Saiba
Isso é o que acontece com seu corpo quando você come 2 ovos por dia
Quantos ovos posso comer por dia? Essa e outras dúvidas a seguir

Publicado em 01/05/2019 19:26 - Atualizado em 01/05/2019 19:26

Foto/Reprodução

Existe um equívoco frequente de que comer ovos seja perigoso. Mas isso é absolutamente falso – os ovos são, pelo contrário, justamente sem riscos e saudáveis. Os ovos são uma boa fonte de proteína e contêm vitaminas A, D, E, B12, riboflavina e ácido fólico e minerais como iodo, ferro, cálcio, zinco e selênio.

E a maioria das pessoas pode comer vários ovos por dia sem afetar o seu nível de colesterol. Os ovos são provavelmente a maneira mais simples, mais fácil e mais barata de aumentar a ingestão de proteínas. Um ovo cozido contém apenas 85 calorias, assim como sete gramas de proteína. Mas esse não é o único benefício deste ingrediente.

Você alguma vez já se perguntou quantos ovos você pode comer por dia? Ou, o que aconteceria se você comesse três ovos todos os dias? 

Melhora a sua memória 
As gemas dos ovos contêm o aminoácido colina, que influencia os sinais nervosos que nos ajudam a memorizar as coisas – onde nós deixamos nossas chaves dos carros ou nossos telefones, por exemplo. Os estudos revelam que adicionar colina à sua dieta melhora sua memória e capacidade de responder a estímulos.

Melhora a sua visão 
Os estudos revelam que os ovos são ricos em luteína. Esta vitamina mantém sua visão nítida e clara. A luteína também está nos olhos. Ela protege a retina dos danos causados pelo sol e reduz o risco de catarata.

Comer ovo diariamente faz mal à saúde?

Comer ovo diariamente não faz mal à saúde juntamente com uma alimentação equilibrada, e pode até trazer vários benefícios para o organismo como ajudar a controlar o colesterol, favorecer o ganho de massa muscular ou prevenir doenças nos olhos, por exemplo.

O ovo ficou conhecido por fazer mal à saúde porque sua gema é rica em colesterol, mas estudos mostram que o colesterol presente em alimentos naturais tem baixo risco de fazer mal à saúde, pois os alimentos processados é que desregulam o colesterol, como bacon, salsicha, presunto, linguiça, biscoitos recheados e fast food.

Assim, o ideal é cozinhar o ovo da forma mais natural possível, com água, por exemplo, evitando usar gorduras processadas como óleo ou manteiga.

Quantos ovos posso comer por dia?

Os estudos não mostram um consenso na quantidade de ovos permitida por dia, mas consumir cerca de 1 a 2 unidades por dia faz bem para a saúde em pessoas saudáveis segundo a Associação Americana do Coração. Para pessoas com diabetes e com problemas do coração, o ideal é que o consumo seja no máximo 1 unidade por dia, juntamente com uma alimentação equilibrada para manter os níveis de colesterol e glicemia adequados.

Embora o ovo seja um alimento muito rico, também possui calorias e, por isso, quem está a fazer dietas muito restritas para perda de peso devem consumir ovo com moderação. Veja a informação nutricional do ovo e saiba se as calorias dele cabem na sua dieta.

8 Benefícios do ovo para a saúde

Além de não prejudicar o coração, outros benefícios são:

  1. Aumento da massa muscular, porque é uma boa fonte de proteínas;
  2. Prevenir doenças como câncer, por ser rico em antioxidantes, como triptofano e tirosina;
  3. Diminuir a absorção de colesterol no intestino, por ser rico em lecitina;
  4. Prevenir o envelhecimento precoce, por ser rico em selênio, zinco e vitaminas A e E;
  5. Combater anemia, por conter ferro e ácido fólico;
  6. Proteger a visão, por conter os antioxidantes luteína e zeaxantina;
  7. Manter a saúde dos ossos, por conter cálcio e fósforo;
  8. Ajudar na formação da memória do feto e prevenir câncer de mama, por conter colina;

Como preparar ovos de forma saudável

Algumas formas saudáveis de preparar o ovo e retirar os benefícios deste alimento incluem:

1. Cozinhar no micro-ondas

Uma receita fácil e prática é preparar o ovo no micro-ondas, pois não leva óleo. Para isso deve-se esquentar um prato fundo no micro-ondas por 1 minuto, abrir o ovo no prato, temperar e furar a gema, para que ela não estoure. Em seguida, coloca-se tudo no micro-ondas por mais 1 minuto.

2. Fazer ovo pochê

Para fazer a versão pochê deve-se colocar uma panela de água para ferver e quando surgirem as primeiras bolhinhas, mexer a água com uma colher, rodando sempre na mesma direção. Depois, deve-se quebrar o ovo cuidadosamente para dentro da panela, deixando o ovo cozinhar assim por cerca de 7 minutos. Por fim, deve-se retirar com o auxílio de uma escumadeira, deixando a água escorrer antes de colocá-lo no prato para servir.

3. Fritar ovo com água

Para evitar o uso de óleo, deve-se colocar o ovo em uma frigideira antiaderente bem aquecida, adicionar 1 colher de sopa de água e tampar a frigideira para que o ovo cozinhe com o vapor.

4. Farofa de ovo

Para cada ovo deve-se utilizar 4 colheres de sopa de farinha de mandioca, 1 colher de sopa de cebola picada e meia colher de sopa de óleo, manteiga ou margarina. Deve-se dourar a cebola na manteiga, acrescer o ovo e quando ele estiver quase cozido, adicionar a farinha aos poucos.

5. Omelete de clara

Para quem não pode comer gemas de ovo em excesso, o ideal é fazer um omelete de claras.

Ingredientes:

  • 3 claras
  • 1 colher de sopa de água ou leite
  • 1 xícara chá de legumes cozidos (tomate, cenoura, brócolis)
  • ¼ de xícara de chá de queijo cottage ou ricota
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Em um recipiente, misture as claras, o leite e os temperos. Coloque em uma frigideira pré aquecida e cozinhe por 2 minutos. Adicione o recheio de legumes e queijo, ou recheie como preferir, deixando cozinhar até o queijo derreter.

Fonte: dailyholics e site Tua Saúde